A iniciativa oportunizou encontros, entre agosto e setembro de 2011, a fim de juntar visões e perspectivas de pesquisadores, artistas, ativistas e organizações entre duas cidades/duas realidades = Belém/Santarém, sob o mesmo território geopolítico amazônico.

 

A versão Norte propôs juntar uma rede a fim de ampliar um debate sobre a arte e tecnologia, ao redor de uma produção criativa, que esteja de acordo com as perspectivas e reflexões sobre a relação entre poder e espaço geográfico na região amazônica.

 

Dessa forma, o laboratório experimental proporcionou encontros imersivos convidando uma comunidade envolvida em arte, mídia e ativismo para se re-conhecer e compartilhar experiências e ferramentas correlacionando temáticas afins, tais como: cultura hacker, mídias táticas, colaboração em rede, metareciclagem, propriedade intelectual etc. Compondo painéis que reuniram múltiplas perspectivas, atentas as questões que vão desde do imaginário local/global amazônico, à mercantilização da natureza ligado ao movimento das potências financeira e informacional.

 

As imagens são recortes parciais dessa narrativa, incluindo as tags e notas do que se trocou por ali.
Um desvio, o détournement na idéia hacker.
[+] info: hacklab.comumlab.org

  • 1
  • 1
  • No popular tags

Random images